Se você acredita nesta campanha, por favor faça sua contribuição

Escondidinho de inhame e biomassa com casca louca de banana verde

Veja mais sobre Receita Destaque, Receitas
Publicado em 9 de março de 2013

(sem glúten, sem lactose, sem ovos).

Ingredientes:
500 gramas de banana bem verde
300 gramas de inhame cozido
2 cebolas
3 cenouras
½ alho-poró
1 pimentão vermelho (opcional)
50 ml de azeite
50 ml óleo de gergelim torrado
Shoyu orgânico (sem glutamato monossódico)
Garam masala (tempero indiano)
Sal marinho a gosto
Ervas aromáticas (salsinha, orégano, manjericão, endro, entre outras)

Modo de preparo da casca louca de banana verde e da biomassa:
Coloque as bananas verdes inteiras e lavadas em uma panela de pressão com a água já fervendo. Cozinhe por de 10 a 15 minutos, até ficar cozida, mas firme. Retire com cuidado e, ainda quentes, separe a polpa (biomassa) da casca.
Com as cascas ainda quentes, em uma tábua, faça tiras com um garfo para desfiá-las. Desfie todas e separe.
Em uma panela, coloque o azeite, as cebolas, o alho-poró e os pimentões. Doure bem. Acrescente as cascas de banana verde e refogue com a cenoura ralada, colocando as ervas aromáticas, o shoyu e o óleo de gergelim torrado.
Refogue bem, acerte o sal e guarde como conserva em um vidro.
Em geral, o sabor é melhor após dois dias.

Para a biomassa, coloque a polpa da banana verde ainda quente em um processador. Caso precise, jogue água fervida. Bata até formar uma massa. Coloque em recipientes para congelar.

Modo de preparo do escondidinho:
Faça um purê com o inhame e a biomassa e adicione o garam masala, o sal e os temperos que desejar.
Coloque em um refratário a casca louca de banana verde e cubra com esse purê.
Enfeite com pimenta rosa e leve ao forno.

Rendimento: 4 porções
Valor nutricional: fibras, vitaminas A e do complexo B, magnésio, potássio, ferro, zinco e manganês.

Dicas
A casca louca pode ser usada para rechear canapés, lanches ou outras receitas.
A biomassa também serve para bolos, pães, massas e sopas.
Ao temperar, coloque primeiro o shoyu e depois o sal, para não salgar demais.

Martha Tatini é eco chef de Gastronomia Orgânica e professora e mestre em Educação Alimentar e Ambiental, especializada em gastronomia natural, ayurvédica e orgânica. Realiza buffets orgânicos, consultoria e entrega de refeições orgânicas gourmet.

e-mail: marthatatini@uol.com.br
Telefone: 0/xx/11/95385-5292
Acesse o site www.taiobagastronomia.com

Fonte: Folha de São Paulo