Se você acredita nesta campanha, por favor faça sua contribuição

Silvia Olegário

Veja mais sobre depoimentos
Publicado em 8 de maio de 2015

20150311_204850-1

“Em uma ‪Segunda Sem Carne enxerguei a possibilidade em parar de comer animais, no começo foi por eles, mas logo percebi que o ganho maior era o meu mesmo…
Achei que seria difícil, mas foi tão fácil…Não houve nenhum sacrifício.
Depois que tive acesso as barbaridades que acontecem com os animais, mesmo para coisas tidas como inocentes em nosso cotidiano, entrei em conflito por saber o quão cruel é a criação e abate de animais e o quanto eu contribuía com aquilo.
Gostava muito da carne e não me imaginava um dia sequer sem ela, até conhecer a campanha (acho que foi através de uma postagem da Luiza Mell) e foram 2 meses(fevereiro/2014) até eu ver a foto desse coelhinho e bater aquela certeza que não daria mais para continuar, eu não precisava mais daquilo e não comi mais bovinos, aves, porcos… mas continuei a comer peixes, pois o que mais me chocava era a forma como os animais eram criados até chegar ao abate ..
Continuei a comer peixe até abril de 2014, vi uma postagem em que Paul McCartney contava o episódio em que o fez parar de comer peixes e me deu aquele click!
Dai em diante minha visão em relação a vida e aos outros seres mudou, meu direito se transformou em algo muito menor que meus deveres em relação as outras espécies. Estou mudando meus hábitos evitando o consumo de leites, ovos, mel, produtos testados em animais, roupas (…) e já há algum tempo isso tudo deixou de ser uma  “dieta” para uma filosofia de vida, e em nenhum momento deixar de comer carne, me fez alguma falta. Sempre defendo a campanha segunda sem carne, pq as vezes o mais difícil é dar aquele primeiro passo.”

Silvia L. Olegário 😉