Se você acredita nesta campanha, por favor faça sua contribuição

Vegetariana a partir da Segunda Sem Carne

Veja mais sobre Notícia Destaque, Notícias, São Paulo

Em um evento da Segunda Sem Carne ocorrido em 2009 no Parque Ibirapuera, em São Paulo, a publicitária Leila Turchetto teve o seu primeiro contato com a mensagem da alimentação sem carne. Embora fosse apegada ao consumo de carnes, decidiu abraçar a Segunda Sem Carne (afinal, era apenas um dia por semana!). Instigada pela decisão e pelo fato de que a Segunda Sem Carne a levava a refletir semanalmente sobre o que ela escolhia colocar no seu prato, ela rapidamente começou a ponderar se não poderia ir ainda além. Decidiu fazer a experiência de tirar todas as carnes da sua…
continue lendo »

Com prefácio de Paul McCartney, livro Segunda sem Carne chega ao Brasil

Veja mais sobre Notícia Destaque, Notícias

Reproduzido de: Diário de Pernambuco Para estimular a adesão a campanha mundial Segunda sem carne, a Editora Melhoramentos publica no Brasil livro homônimo, com 52 receitas diferentes para estimular o prazer pela culinária vegetariana e diversificar o paladar. A proposta da campanha é aparentemente simples: ficar um dia da semana sem comer carne e, com isso, atenuar as mudanças climáticas ocasionadas pela emissão de gases poluentes que resultam da criação de animais de corte. O livro é organizado pela chef Annie Rigg e conta com prefácio da família McCartney. Cada uma das semanas, distribuídas a partir das quatro estações do…
continue lendo »

Feliciano Filho, Deputado Estadual de SP, apresenta PL da Segunda Sem Carne

Veja mais sobre Notícia Destaque, Notícias, São Paulo

No final de setembro, o Deputado Estadual paulista Feliciano Filho (PEN-SP), conhecido pela sua atuação na área da proteção aos animais e ao meio ambiente, protocolou o Projeto de Lei que institui a Segunda Sem Carne em todos os estabelecimentos ligados aos órgãos públicos estaduais (PL 580/2012). Se a lei for aprovada, a carne estará fora dos pratos de restaurantes, lanchonetes, bares, escolas, refeitórios e estabelecimentos similares que exerçam suas atividades nos órgãos públicos do Estado, pelo menos uma vez por semana. A iniciativa vem menos de um ano depois da determinação da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo…
continue lendo »